DESCUBRA A HISTÓRIA, CURIOSIDADES E OS BENEFÍCIOS DO FOGÃO À LENHA

28/jul

APRENDA A USAR MADEIRA DE FORMA SUSTENTÁVEL 2

Você sabe o que é um “Tucuruba”?

Se a resposta foi não, fique tranquilo; é possível que você, assim como tantas outras tantas pessoas, conheça essa estrutura por outro nome: fogão à lenha.

Fizemos questão de perguntar se você conhecia o nome primitivo desse utensílio apenas para ilustrar o quanto ela se encontra arraigado em nossa história.

Os índios Timbiras e Guaranis desenvolveram essa técnica de cozimento há muitos séculos atrás. Na época, eles faziam um buraco no chão e o cobriam de pedra. Ascendia-se, então, uma fogueira dentro do buraco, na parte inferior das pedras, e colocava-se as vasilhas por sobre as pedras, para que elas fossem aquecidas lentamente.

Durante muitos anos essa foi a principal forma de cozimento da qual se dispôs por aqui; não dispúnhamos de outros utensílios.

Hoje, contudo, a história é bem diferente; além do fogão à lenha, temos à disposição uma série de outros utensílios, tal qual fogão à gás, elétrico e até de indução.

Ainda assim, o fogão à lenha não perde o charme e o encanto; centenas de pessoas valorizam alimentos feitos nesse tipo de utensílio – não à toa, a comida tipicamente mineira é uma das mais valorizadas do país; por lá é comum encontrar aos montes esse tipo de fogão em funcionamento.

VANTAGENS DESSE TIPO DE FOGÃO

Alguns dos principais atrativos do fogão à lenha são:

  • Ótimo custo-benefício, superior até mesmo ao do gás;
  • Alta versatilidade; ele pode ser usado como chapa, forno de pizza, pão e até mesmo churrasqueira;
  • O sabor de certos alimentos é intensificado.

FOGÃO À LENHA REQUER CUIDADO

No ano de 2007 a Fundação Shell realizou um estudo em todo o país para avaliar o nível de eficiência dos fogões brasileiros.

Esse estudo concluiu que aproximadamente 22% dos domicílios mineiros utilizam esse tipo de fogão diariamente.

Fora isso, contudo, eles constataram também que muitos desses fogões eram antigos, em especial dentre as famílias de baixa renda. Sendo assim, chegaram a conclusão de queé grande o número de pessoas que utilizam fogões datados, que produzem nível moderado ou intenso de poluição, o que é prejudicial não apenas para o meio ambiente, mas também para os habitantes da casa.

Essa constatação é importante a medida que deixa claro que o melhor fogão a lenha nem sempre é o mais antigo, como muitos gostam de acreditar; em alguns casos, é preferível comprar ou construir um novo fogão para garantir que a sua casa, sua família e o meio ambiente estejam seguros.

A boa notícia é que hoje é fácil ter seu próprio fogão à lenha.

No mercado é possível encontrar até mesmo kit de fogão à lenha, que são consideravelmente mais simples, fáceis e baratos de montar.

A Lajoteiro, por exemplo, disponibiliza um kit com elementos pré-moldados em ferro fundido, além de todos os materiais necessários para criar seu próprio fogão à lenha de alvenaria.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *