METODOLOGIAS SUSTENTÁVEIS PARA MANEJO DE INSUMOS EM MADEIREIRAS

27/dez

CONHEÇA O TIJOLO ECOLÓGICO E SUAS VANTAGENS 1

A madeira é um dos insumos mais utilizados pela construção civil.

Ainda assim, ela sofre certo preconceito nessa indústria; muitas pessoas acreditam que esse material causa um impacto ambiental significativo e irreversível.

Mal sabem elas, contudo, que na verdade a madeira é ambientalmente mais correta que qualquer outra matéria-prima na construção civil quando devidamente manejada — cerâmica, concreto, metais e afins causam impacto ambiental significativo durante seu processo de fabricação.

Pensando nisso, a equipe da Lajoteiro decidiu preparar um texto para provar que é possível sim utilizar madeira na construção civil de forma sustentável.

REALIZE MANEJO FLORESTAL

Dá-se o nome de manejo florestal a um tipo de prática que possibilita a exploração sustentável de uma área.

No caso, a idéia aqui é que a área da qual será extraída a madeira tenha tempo de se recuperar antes de ser explorada novamente; assim, tem-se um certo controle sobre a área que será desmatada, para que seu tamanho fique sempre controlado.

APROVEITE AO MÁXIMO OS RESÍDUOS DE SUA PRODUÇÃO

Hoje em dia existem equipamentos modernos e eficientes à disposição das madeireiras, que são capazes de aproveitar quase que a totalidade da madeira.

Contudo, ainda assim é quase que impossível que não haja nenhum tipo de perda.

Sendo assim, é de fundamental importância que as madeireiras tenham a consciência e a determinação necessária para encontrar um uso para esses resíduos.

Um bom exemplo disso é a madeira ecológica; ela é um produto resistente e versátil, que é feito a partir de lascas de madeiras e demais resíduos que costumam ser descartados pela indústria.

FICOU INTERESSADO? FALE CONOSCO!

Conforme visto, a madeira não é inimiga da sustentabilidade; é plenamente possível empregá-la de maneira sustentável à uma obra.

Para tanto, contudo, é preciso contar com o auxílio de parceiros que tenham essa mesma mentalidade, tal qual a Lajoteiro, por exemplo, que apesar de estar no mercado há décadas não tira os olhos do futuro, estando sempre em busca de soluções melhores e menos danosas para o planeta.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *